Espírito Santo registra mais de 58 mil raios em 24 horas

Viana teve a maior incidência de raios da Grande Vitória. Foram 1.676 descargas elétricas no município

0
57

“Nunca vi algo parecido”. A frase foi utilizada diversas vezes nas redes sociais de vários capixabas durante os temporais que atingiram o Espírito Santo. Houve registros de raios, ventos fortes e chuvas durante a madrugada, à tarde e também na noite desta quarta-feira (31), especialmente, na Grande Vitória.

De acordo com o Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), foram registrados 58.924 raios durante as 24 horas desta quarta. Deste número, 17.146 descargas elétricas atingiram o solo. Outras 41.778 ocorreram entre as nuvens.

Na Grande Vitória, o município com maior incidência de raios foi Viana, 744 descargas elétricas tocaram o solo e 932 ficaram entre as nuvens. Em Cariacica, foram registradas 620 ocorrências do tipo. Na Serra, 396 descargas elétricas ocorreram. Em Vitória, o número foi de 136. Já em Vila Velha, 126 raios foram registrados.

Temporais no Espírito Santo

Raios, relâmpagos, trovoadas, ventania, apagões e quedas de árvores geraram transtornos para os capixabas, na noite desta quarta-feira (31). De acordo com moradores de Cariacica, Viana, Vitória e Vila Velha, os fortes ventos derrubaram várias árvores, que danificaram postes, fios, calçadas e até veículos.

Segundo um morador de Vila Velha, na Pracinha de Cobilândia, três árvores caíram junto com fios e uma casa ficou destelhada. Além disso, uma residência no bairro Bela Aurora, em Cariacica, também teve o telhado destruído durante a ventania.

Vários bairros de municípios da Grande Vitória ficaram sem energia. A queda foi registrada no Centro de Vitória, na Avenida Florentino Ávidos. Nos bairros Coqueiral de Itaparica, Guaranhuns e Cobi de Cima, em Vila Velha, e no bairros Vila Betânia, em Viana e São Francisco, em Cariacica. No bairro Jardim América, também em Cariacica, além da queda de energia, também foram registrados pontos de alagamento.

Na BR-262, no sentido Campo Grande x Vitória, a força do ventos derrubou a estrutura de uma empresa. Pontos de alagamento também foram registrados.

Na descida da Segunda Ponte no sentido Jardim América, a queda de uma árvore causou transtornos no trânsito. Os motoristas que passam pelo local estão precisando fazer um desvio. Outra queda de árvore foi registrada em frente a um edifício no Centro de Vitória.

Folha Vitória

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here