Flamengo demite Vítor Pereira após perder quarto campeonato consecutivo

A gota d’água para a diretoria do Rubro-negro foi o vice do Campeonato Carioca, lamentado no último domingo, com a goleada sofrida para o Fluminense, no Maracanã

0
5464

Foto: NAYRA HALM/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
NAYRA HALM/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Flamengo demitiu o técnico Vítor Pereira nesta terça-feira, 11. A gota d’água para a diretoria do Rubro-negro foi o vice-campeonato do Carioca, lamentado no último domingo, com a goleada sofrida para o Fluminense, no Maracanã. Contratado no fim do ano passado, o português já chegou na Gávea sendo questionado por parte da torcida, que preferia a continuidade de Dorival Júnior após os títulos da Libertadores da América e da Copa do Brasil. Seus resultados à frente do clube, porém, foram ainda mais determinantes para a queda de popularidade.

Em menos de 4 meses de trabalho, o lusitano também amargou os vices da Supercopa do Brasil e da Recopa Sul-Americana para Palmeiras e Independiente del Valle, respectivamente. Além disso, a equipe carioca fracassou no Mundial de Clubes, caindo na semifinal para o Al Hilal (Arábia Saudita) e ficando apenas no terceiro lugar. Houve ainda o revés para o Tricolor das Laranjeiras na Taça Guanabara, torneio não oficial, mas que conta com a entrega de um troféu pela Ferj. Ao todo, VP somou 10 vitórias, 1 empates e 7 derrotas, um aproveitamento de 57,4% dos pontos. Além dele, toda a comissão técnica deixa o clube.

Com o acúmulo de revezes em partidas importantes, Vítor Pereira passou a ser alvo da torcida rubro-negra. Durante a derrota para o Fluminense, por exemplo, a maioria dos torcedores presentes do Maracanã xingaram o português. O coro de “Burro” também já havia sido entoado pelos flamenguistas em outras partidas. Agora, a diretoria tenta encontrar um substituto para a sequência da temporada. Os nomes mais fortes são os de Eduardo Coudet, Jorge Sampaoli e Jorge Jesus, de acordo com o repórter Guilherme Silva, do Grupo Jovem Pan. O primeiro, apesar de conquistar o Campeonato Mineiro com o Atlético-MG, pode sair a qualquer momento. Sampaoli, por sua vez, está sem trabalhar desde o fim de março, quando foi demitido pelo Sevilla. Já o Mister, multicampeão pelo Fla entre 2019 e 2020, está vinculado ao Fenerbahçe (Turquia) somente até junho.

Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here