Taxa de desemprego no Brasil cai para 7,5% em abril

De acordo com os dados divulgados pelo IBGE, essa é a menor taxa de desemprego para um trimestre encerrado em abril desde 2014, quando foi registrado 7,2%

0
54

Foto: Reprodução/Tecnoblog

A taxa de desemprego no Brasil apresentou queda em abril, interrompendo uma sequência de três aumentos consecutivos. De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (29), a desocupação ficou em 7,5% no trimestre encerrado no mês passado. Essa foi a menor taxa de desemprego para um trimestre encerrado em abril desde 2014, quando registrou 7,2%.

O resultado ficou abaixo das projeções do mercado, que apontavam uma mediana de 7,7%. No mesmo período de 2023, a taxa de desemprego estava em 8,5%. Já no trimestre encerrado em março deste ano, a taxa de desocupação era de 7,9%. A população desocupada no país foi de 8,2 milhões, o que representa uma queda de 9,7% em relação ao ano anterior. Enquanto isso, a população ocupada cresceu 2,8%, totalizando 100,8 milhões de pessoas. A renda média real do trabalhador foi de R$ 3.151 no trimestre encerrado em abril, com um aumento de 4,7% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A massa de renda real habitual paga aos ocupados atingiu R$ 313,137 bilhões no trimestre até abril, um aumento de 7,9% em comparação com o mesmo período do ano anterior. O número de pessoas em situação de desalento no Brasil foi de 3,455 milhões no trimestre encerrado em abril, o que representa uma redução de 117 mil desalentados em relação ao trimestre encerrado em janeiro, uma queda de 3,3%. Em um ano, 314 mil pessoas saíram da situação de desalento, uma redução de 8,3%.

Jovem Pan