Incaper e Brapex selam parceria estratégica para fortalecer cadeia produtiva do mamão

Assinatura do protocolo de intenções ocorreu na abertura do 3º Simpósio Incaper Pesquisa

0
26
Foto: Incaper

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e a Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Papaya (Brapex) celebraram, nesta segunda-feira (20), um protocolo de intenções para implementação de ações conjuntas de pesquisa e desenvolvimento destinadas a fortalecer a cadeia produtiva do mamão no Espírito Santo. A assinatura do documento ocorreu na abertura do 3º Simpósio Incaper Pesquisa, que acontece no auditório do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-ES), em Vitória.

A parceria é considerada estratégica para ajudar o Espírito Santo a se manter como maior exportador de mamão do Brasil e entre os maiores produtores do País. O valor da produção capixaba do produto ultrapassou a marca de R$ 1 bilhão em 2022, quando o Estado produziu 426 mil toneladas da fruta.

Desenvolvimento de práticas de manejo para controle de pragas e doenças com foco em viroses, desenvolvimento de materiais genéticos dos grupos Solo e Formosa e técnicas de conservação e aumento do tempo de prateleira para transporte estão entre as ações previstas no acordo.

Na assinatura do documento, o diretor-presidente do Incaper, Franco Fiorot, enfatizou que o instituto foi determinante para que o Espírito Santo alcançasse a posição de destaque que tem hoje na cultura do mamão, e reafirmou o compromisso da instituição com o fortalecimento desse arranjo produtivo.

“Estamos sempre empenhados em ajudar a elevar a produtividade e a competitividade da cadeia produtiva do mamão, que é tão importante para o nosso Estado. Toda a nossa expertise técnica e científica, bem como a nossa capacidade de pesquisa e inovação estão à disposição para que possamos alcançar os resultados que desejamos a partir desse trabalho colaborativo entre entes público e privado”, disse Fiorot.

O presidente da Brapex, José Roberto Macedo, afirmou que a formalização do acordo é um novo capítulo da histórica parceria entre as organizações. “Esse trabalho de cooperação vem em boa hora, porque precisamos dar um novo passo para que o mamão capixaba se consolide como o melhor mamão do mundo e se fortaleça na liderança na exportação. Estamos muito otimistas”, frisou.

Também participaram da assinatura do protocolo de intenções o secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Enio Bergoli, e o diretor-técnico do Incaper, Antonio Elias Souza.

As ações de pesquisa do Incaper voltadas ao fortalecimento da cultura do mamão também contam com apoio da Associação dos Produtores de Mamão do Brasil (APM). Pesquisadores do instituto estão trabalhando em parceria com a organização para desenvolvimento de soluções de controle e identificação de virose, dentre outras linhas de trabalho conectadas à cooperação com a Brapex.

3º Simpósio Incaper Pesquisa

O 3º Simpósio Incaper Pesquisa segue até esta terça-feira (21), no auditório do Sebrae-ES, na Enseada do Suá. Com tema “Pesquisa Agropecuária Pública Aplicada: inovação e desenvolvimento sustentável”, o evento apresenta mais de 70 trabalhos resultantes de projetos conduzidos por servidores do Incaper, profissionais de instituições parceiras, além de graduandos participantes do Programa de Iniciação Científica e Tecnológica (ProICT) da instituição.

A programação – que pode ser conferida no site incaper.es.gov.br – também conta com mesas-redondas e palestras com representantes de outras importantes instituições de pesquisa agropecuária do País.

Incaper

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here