Eventos sociais no ES poderão ter até 600 pessoas a partir de agosto

Caso o número de participantes seja maior do que 300, cada convidado deverá apresentar um comprovante de vacinação ou um teste negativo de covid-19

0
70
Foto: Divulgação

Os eventos sociais realizados no Espírito Santo, como aniversários e casamentos, por exemplo, poderão receber até 600 pessoas, a partir do mês que vem. O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira (16) pelo governador Renato Casagrande, durante um pronunciamento ao vivo.

Atualmente, a capacidade máxima permitida pelo governo estadual é de até 300 pessoas. Além disso, é necessário que os participantes do evento mantenham um distanciamento de uma pessoa a cada cinco metros quadrados.

A partir de 1º de agosto, cada cerimonial poderá ter uma ocupação limitada a 50% de sua capacidade máxima, desde que não ultrapasse 600 pessoas. As regras sanitárias para prevenção contra o coronavírus permanecem as mesmas: uso de máscaras e de álcool 70%.

Além disso, caso o número de participantes do evento seja maior do que 300, cada convidado deverá apresentar um comprovante de que recebeu pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid-19 ou um teste negativo para a doença, feito em até 48 horas antes do evento.

“Se alguém quiser fazer um evento com até 600 pessoas, tem que ter uma lista de presença, com nome completo das pessoas. E a pessoa tem que ter ou a carteira de vacina, comprovando que já se vacinou pelo menos com a primeira dose, ou o teste de no máximo 48 horas antes do evento social”, explicou Casagrande.

O governador também destacou que a flexibilização da regra visa ajudar os profissionais do setor de eventos no Espírito Santo, que foram duramente atingidos pelas restrições impostas pela pandemia.

“O setor, de fato, é um setor muito prejudicado nesse tempo todo, porque é um setor que aglomera, e tudo que aglomera acaba ficando prejudicado. Estamos usando o critério de 50%, que é um critério que permite que a gente possa dar o espaçamento entre as pessoas e manter o distanciamento”, frisou.

A decisão do governo do Estado, de permitir um número maior de pessoas nos eventos sociais, foi motivada pela atual situação do Espírito Santo em relação à pandemia.

De acordo com o Mapa de Risco apresentado nesta sexta-feira, dos 78 municípios capixabas, 72 estarão no risco baixo. Apenas seis — Alegre, Divino de São Lourenço, Ecoporanga, Ibitirama, Iúna e Mantenópolis — continuarão no moderado.

O 64º Mapa de Risco Covid-19 terá vigência a partir desta segunda-feira (19) até o domingo seguinte, dia 25.

Folha Vitória

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here