Cajá produzido em Linhares conquista mercado de São Paulo

Cajá já era comercializado pelos produtores participantes do Programa Municipal de Fruticultura para consumo in natura, polpa e suco

0
81

O cajá manga anão do Polo Farias, no interior de Linhares, já conquistou o mercado nacional e a fruta poderá ser apreciada, agora, no sorvete e picolé. A fábrica Frutydellys, com sede em Birigui/SP, comprou 2,3 mil quilos do fruto, de seis produtores do polo, que foi embarcado no último domingo (27). O cajá já era comercializado pelos produtores participantes do Programa Municipal de Fruticultura de Linhares para consumo in natura, polpa e suco.

O produtor José de Melo disse que é muito gratificante saber como o cajá produzido no polo tem ganhando seu espaço no mercado. “No início, muitos produtores estavam com dúvidas sobre a comercialização do cajá e, hoje, saber que uma fábrica como a Frutydellys percorreu 1,7 mil quilômetros para comprar nossa fruta é muito gratificante. Já estamos também com venda em dois supermercados, que pegam toda semana a fruta, e uma fábrica de polpa. Costumo dizer que a pimenta e o café são culturas que demoram a produção e o cajá uma vez que você colheu, você tem toda semana, por isso estamos bem otimistas’, disse o produtor.

A fábrica Frutydellys possui mais de 100 lojas parceiras e a seleção do Polo Farias ocorreu após pesquisa da empresa sobre fornecedores de cajá manga. Em Linhares, a fruta é comercializada para estabelecimentos com venda in natura, produção de polpa e sucos. Na primeira colheita do polo foram embarcadas 4,5 toneladas da fruta para o mercado de Belo Horizonte (MG).

Conquista dos produtores

O secretário Municipal de Agricultura, Franco Fiorot, disse que essa foi uma importante conquista para os produtores. “A Secretaria tem dado todo o suporte técnico e do ponto de vista de mercado aos produtores. A efetivação dessa venda abre um novo mercado para o polo. A Frutydellys é uma importante fábrica paulista que se torna mais uma opção de venda do cajá, fruto da organização do programa”, pontuou.

“O Programa Municipal de Fruticultura vem se consolidando e o Polo Farias tem ultrapassado fronteiras ao conquistar o mercado nacional em tão pouco tempo. Essa foi uma importante estratégia para criar novas alternativas de renda e a diversificação na economia das famílias que vivem da agricultura familiar. Muito nos orgulha os frutos que têm sido colhidos com o empenho do produtor e incentivo de toda a equipe da Secretaria de Agricultura”, frisou o prefeito Guerino Zanon.

O Polo Farias conta com a participação de 13 produtores que cultivam 15.500 mudas de cajá manga anão em 10 hectares. A previsão é de que somente no ano de 2021, a colheita seja de 250 toneladas da fruta.

Site de Linhares

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here