Agropecuária, consumo e indústria ganham força no 3º tri

Desempenho visto entre julho e setembro foi o mais forte desde o primeiro trimestre de 2018

0
54

O consumo das famílias, a agropecuária e a indústria ganharam tração e o investimento permaneceu forte no terceiro trimestre, levando a economia do Brasil a mostrar força acima do esperado no terceiro trimestre, no melhor resultado desde o início de 2018.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil acelerou a expansão a 0,6% no terceiro trimestre em relação ao segundo, informou nesta terça-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Depois de apresentar tropeços no início do ano e beirar a recessão técnica, a atividade mostrou melhora após alta de 0,5% no segundo trimestre e estabilidade no primeiro. Esses dados foram revisados pelo IBGE para, respectivamente, um crescimento de 0,4% e contração de 0,1% informados antes.

O desempenho visto entre julho e setembro foi o mais forte desde o primeiro trimestre de 2018, quando houve alta de 0,7%.

Na comparação com o terceiro trimestre de 2018, o PIB teve crescimento de 1,2%. Os resultados ficaram acima da expectativa em pesquisa da Reuters de avanços de 0,4% na base trimestral e 1,0% na anual.

Os dados do IBGE mostram que, em relação às despesas, o Consumo das Famílias registrou alta de 0,8% no terceiro trimestre, acelerando de uma expansão de 0,2% no período anterior. Por outro lado, as despesas do governo caíram 0,4%, de recuo de 0,3% antes.

Já a Formação Bruta de Capital Fixo, uma medida de investimento, manteve um ritmo forte de crescimento, embora tenha desacelerando a 2,0% no terceiro trimestre, de 3,0% no segundo.

A Agropecuária mostrou expansão de 1,3%, recuperando-se da queda de 0,5% entre abril e junho. A indústria, por sua vez, cresceu 0,8%, mostrando ligeira aceleração sobre a taxa de 0,7% no segundo trimestre.

Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here