Espírito Santo lidera saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios no Sudeste

De acordo com dados do Caged, foram mais de 27 mil novos postos de trabalho criados pelas micro e pequenas empresas de janeiro a outubro deste ano

0
52

De janeiro a outubro deste ano, 27.702 novos postos de trabalho foram gerados pelas micro e pequenas empresas (MPE) no Espírito Santo, colocando o estado capixaba na liderança entre os estados do Sudeste brasileiro no saldo de empregos criados pelos pequenos negócios no acúmulo dos últimos dez meses.

Os números fazem parte do último levantamento feito pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) a partir de dados do Sistema do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). As médias e grandes empresas criaram 9.391 novas oportunidades no mesmo período.

Entre os estados do Sudeste, Espírito Santo teve saldo proporcional de 68,98 para cada mil empregos no acumulado de janeiro a outubro. Minas Gerais registrou 63,54; São Paulo chegou a 61,05 e, por último, Rio de Janeiro ficou com saldo de 55,96.

Mesmo que outros estados tenham tido números absolutos maiores, o Espírito Santo obteve mais empregos gerados proporcionalmente na região, considerando os pequenos negócios.

Para Pedro Rigo, superintendente do Sebrae/ES, o desempenho do Espírito Santo é um reflexo do otimismo dos empreendedores capixabas, que passaram a investir mais a partir do segundo semestre de 2023, com base nos dados econômicos favoráveis registrados no início do ano.

“O Espírito Santo tem demonstrado um desempenho notável, e isso, sem dúvida, reflete o otimismo crescente de nossos empreendedores capixabas. Este é um sinal claro de confiança e uma visão positiva para o futuro do empreendedorismo no nosso estado”, afirmou Pedro Rigo, superintendente do Sebrae/ES.

Ainda de acordo com os dados do Caged, o setor de serviços liberou o ranking de geração de empregos no Espírito Santo nos últimos dez meses, com 12.343 novas vagas. O setor de construção ficou em segundo lugar com 6.455 postos de trabalho, seguido pelo comércio (5.256) e indústria/transformação (2.935).

Saldo de outubro

Somente no mês de outubro, 3.075 empregos foram criados no Espírito Santo pelos pequenos negócios, enquanto as médias e grandes empresas (MGE) foram responsáveis por 133 novos postos de trabalho.

O setor de comércio liderou a criação de vagas neste mês. Considerando o universo das MPE, foram 1.269 oportunidades preenchidas. Em segundo lugar aparece o setor de serviços com 986 novos postos de trabalho.

Informações de assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here