Nomes mais lembrados do Agronegócio Café Conilon no Espírito Santo são homenageados

Idealizado pela Campo Vivo, projeto teve seu encerramento durante a Pinheiros AgroShow

0
298

Os 10+ do Agronegócio Café Conilon no Espírito Santo foram homenageados durante a 1ª edição da Pinheiros AgroShow que aconteceu entre os dias 26 e 28 de outubro, no município de Pinheiros. Mais de 350 pessoas, por meio de votação aberta e pesquisa direcionada ao setor agrícola capixaba, realizada pela Campo Vivo – Inteligência em Agronegócios responderam ao questionário online: “Quando se fala em café Conilon, que nome vem à sua cabeça?”, considerando os últimos 12 meses.

Vencedores foram homenageados durante a abertura da Pinheiros AgroShow

A cafeicultora de Jaguaré, sucessora familiar, Luiza Bonomo Trés, de 26 anos, comentou da alegria em ser lembrada em meio a tantos profissionais que fazem parte da história de sucesso e avanços do agro capixaba.

“Foi uma honra pra mim, pois estive entre nomes grandiosos que já fizeram e que continuam fazendo muito pela cafeicultura. Eu, de uma forma um pouco mais diferente que os demais, levo o café conilon por meio das minhas redes sociais”, disse Luiza que é engenheira agrônoma e influenciadora digital.

O gestor da Campo Vivo – Inteligência em Agronegócios, Caio Francisco Fiorot, pontuou que a premiação trouxe nomes de influentes líderes que atuam no setor e se destacam pelos esforços e comprometimentos para colocar a cafeicultura como importante setor no desenvolvimento do Estado do Espírito Santo.

“Por três anos consecutivos, o Prêmio Campo Vivo reconhecia profissionais e empresas que faziam a diferença no nosso agronegócio. Agora, retomamos esse projeto de valorização dos grandes nomes do agro capixaba com os 10+ do Agro, porém setorizando, já que a agropecuária do nosso Estado evoluiu e está tão dinâmica, nos permitindo homenagear cada setor, e o primeiro não poderia ser outro: o café conilon”, comentou o Fiorot.

O Espírito Santo é o maior produtor de café conilon do Brasil, responsável por aproximadamente 70% da produção nacional, conforme dados divulgados pelo Incaper. É a principal fonte de renda em 80% das propriedades rurais capixabas localizadas em terras quentes. É responsável por 37% do PIB Agrícola e, atualmente, existem 283 mil hectares plantados de conilon no Estado, gerando 250 mil empregos diretos e indiretos.

Conheça os homenageados:

– Abraão Carlos Verdin Filho: Dr. em Produção Vegetal – Pesquisador do Incaper, em Marilândia;

– Edmar Tessarolo: engenheiro agrônomo, produtor e consultor em cafeicultura, em Aracruz;

– Fábio Luiz Partelli, professor e diretor de Pesquisa da Ufes, em São Mateus;

– Guilhermino Augusto Alves Netto: viveirista, produtor de muda de café Conilon e Arábica, em Afonso Cláudio;

– Isaac Covre: produtor rural de Pinheiros;

– Jarbas Alexandre Nicoli Filho: produtor rural, presidente do Sindicato Rural de Jaguaré;

– Luiza Bonomo Trés: agrônoma, produtora rural e influenciadora digital, de Jaguaré;

– Paulo Sérgio Volpi: pesquisador de Café Conilon do Incaper na Fazenda Experimental de Marilândia;

– Thiago Orletti: produtor rural de Pinheiros, empresário e presidente da Associação dos Irrigantes do Estado do Espírito Santo;

– Thiago Vignatti: engenheiro agrônomo, produtor rural no município de Jaguaré e Pinheiros, Consultor de Café no norte do ES e sul da Bahia.

Redação Campo Vivo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here