Chuva no ES deixa 72 desalojados e 3 cidades em alerta máximo

Santa Leopoldina, Domingos Martins e Anchieta estão em alerta máximo. Corpo de Bombeiros está a caminho de Santa Leopoldina, porque uma casa desabou e vítimas estão soterradas

0
87

Os alagamentos provocados pela chuva no Espírito Santo já deixam 72 pessoas desalojadas, segundo balanço da Defesa Civil, nesta quinta-feira (14). Os municípios de Santa Leopoldina, Domingos Martins e Anchieta estão em estado de alerta máximo.

Em Santa Leopoldina, um deslizamento de encosta atingiu uma casa e deixou três pessoas soterradas na comunidade rural de Holanda. Os bombeiros foram para o local na manhã desta quinta e ainda não há informações sobre as vítimas.

“Ainda não sabemos a situação das vítimas. O rio Santa Maria da Vitória que tem em seu estado normal dois metros já ultrapassou a casa dos 6,7 metros. Provocou um alagamento na cidade. Inclusive houve interdição da ES-080 e tem dificultado o acesso da equipe do Corpo de Bombeiros ao local. Barcos já estão sendo levados para retirar essas vítimas que se encontram soterradas”, disse o tenente-coronel Carlos Wagner, do Corpo de Bombeiros.

Já em Domingos Martins, a BR-262 está totalmente interditada. Uma barreira caiu e fechou os dois sentidos da rodovia.

Essa mesma rodovia, mas no trecho de Viana, também encontra problemas. Somente carretas conseguem passar no sentido Cariacica-Viana. Alguns motoristas, de carros menores, estão parados há mais de 12 horas na rodovia.

Um longo engarrafamento se formou durante a manhã desta quinta por causa dos alagamentos. Cláudio está parado na rodovia desde as 17h de quarta-feira (13). “Cheguei aqui ontem, nenhuma informação, nenhum posicionamento. Ninguém informa nada. Só estou com o almoço de ontem, sem comer até agora”, contou o motorista.

Sete municípios em alerta

Além dos três municípios em alerta máximo, outros sete estão em alerta alto por causa da chuva. São eles: Cariacica, Viana, Vitória, Serra, Fundão, Alfredo Chaves e Piúma.

Em Cariacica, na madrugada desta quinta-feira, uma casa desabou no bairro Porto Novo e três pessoas precisaram ser resgatadas pelo Corpo de Bombeiros.

“Um senhor de 43 anos, uma senhora de 37 e um adolescente de 14 foram socorridos pela equipe dos bombeiros sem que houvesse óbito ou gravidade maior”, afirmou o tenente-coronel Wagner.

Dos 72 desalojados, 16 estão em Alegre, 17 em Vitória, 22 em Vila Velha e 28 em Cariacica. “Essas pessoas se encontram na casa de amigos e parentes, ou seja, nenhuma necessitou de abrigo do poder público”, completou o tenente-coronel.

PA de Cobilândia fechado

O Pronto Atendimento (PA) de Cobilândia, em Vila Velha, no Espírito Santo, está fechado desde a tarde desta quarta-feira (13) por causa da chuva. Todos os acessos ao local estão tomados pela água, situação que se repete em várias ruas do bairro.

Na manhã desta quinta-feira (14), a água ainda não tinha baixado e a chuva não deu trégua.

Universidade Federal do ES suspende aulas

Por causa dos estragos provocados pela chuva, a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) suspendeu as aulas nos campi de Goiabeiras e Maruípe, ambos em Vitória.

As aulas estão suspensas pela manhã desta quinta, mas a Universidade avalia se as aulas da tarde e noite serão mantidas.

Já em Alegre, no interior do estado, as aulas estão suspensas desde a terça-feira (12), quando um temporal atingiu a cidade deixando estragos no campus.

G1 ES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here