Sobe para sete o número de praias do ES atingidas por mesmo óleo do Nordeste, diz Ibama

Até segunda-feira (11), apenas as praias de São Mateus tinham sido confirmadas. Fragmentos do óleo também foram recolhidos em Conceição da Barra e Linhares

0
147
Foto: Divulgação/Marinha

Aumentou para sete o número de praias do litoral do Espírito Santo onde o Ibama confirmou que o óleo encontrado é o mesmo que atingiu o Nordeste do país. Além das localidades confirmadas, que ficam nos municípios de São Mateus e Linhares, na região Norte do estado, fragmentos do material também foram registrados em Conceição da Barra.

Nesta terça-feira (12), sete praias do estado estão na lista do Ibama de localidades atingidas, quatro a mais que na segunda. As praias confirmadas foram: Guriri, Barra Nova e Urussuquara, em São Mateus; Barra Seca, Pontal do Ipiranga, Povoação e Degredo; em Linhares. Na segunda-feira (11), apenas as três praias de São Mateus estavam na lista.

Além das praias confirmadas, já foram encontrados fragmentos de óleo em Conceição da Barra, também na região Norte do Espírito Santo.

De acordo a Marinha, as equipes já recolheram cerca de 400 kg de pedaços de óleo nas praias do Espírito Santo e a maior parte disso é areia e algas. O material encontrado é fragmentado.

As praias atingidas não foram interditadas para banhistas. Equipes das prefeituras, voluntários e Marinha atuam na limpeza do litoral.

São Mateus

Em São Mateus, a menos de 100 quilômetros da divisa com a Bahia, foi o primeiro município capixaba a registrar o aparecimento do óleo. A substância foi recolhida nas praias de Guriri, Barra Nova e Urussuquara.

O rio Mariricu, que deságua na praia de Barra Nova, onde há confirmação de fragmentos do óleo, terá a foz fechada novamente pela prefeitura. O rio foi fechado no sábado (9) para a proteção do estuário, mas a maré cheia o reabriu.

Na manhã desta terça-feira (12), óleo foi encontrado no rio por uma equipe de limpeza. Por isso, a Marinha e uma equipe da Prefeitura já trabalha para fechar o Mariricu novamente.

O rio Cricaré, que abastece São Mateus e também o município vizinho de Conceição da Barra, é uma preocupação da prefeitura. Se o rio for atingido, mais de 100 mil pessoas podem ficar sem água.

Linhares

Na praia do Pontal do Ipiranga, em Linhares, o óleo apareceu pela primeira vez na manhã de domingo (10). O material também foi encontrado em Barra Seca, Povoação e Degredo.

De acordo com a prefeitura, o Sistema de Comando em Operações (SCO) de Linhares vai realizar o fechamento da foz do Rio Doce, em Regência. A medida evitará que o material atinja e contamine o estuário local – onde o rio encontra o mar.

Conceição da Barra

No final da tarde de domingo (10), foram coletados pequenos fragmentos de óleo na Praia do Surf, Sede de Conceição da Barra. A Marinha do Brasil foi notificada através do Gabinete de Gestão de Crise, recolheu os resíduos e os encaminhou para análise. Ao todo foram coletados aproximadamente 600 gramas da substância.

De acordo com o Ibama, também há registros da chegada do óleo em Itaúnas e na Foz lado norte do Rio São Mateus. O material ainda vai passar por análise.

Manchas de óleo

As manchas de petróleo em praias do Nordeste começaram a aparecer no dia 30 de agosto, na Paraíba. A substância é a mesma em todos os locais: petróleo cru. O fenômeno tem afetado a vida de animais marinhos e causado impactos nas cidades litorâneas.

O Espírito Santo é o 10º estado brasileiro a ser atingido pelo óleo. Já foram afetados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

G1 ES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here