Preço do alho dispara e produto chega a R$ 19 em supermercados do Espírito Santo

Uma pesquisa recente apontou que a cesta básica em Vitória é a quarta mais cara entre as capitais brasileiras

0
18

Além de diversos produtos que já podem ser considerados “de luxo” na culinária dos capixabas, os moradores de Linhares, no norte do Espírito Santo, já estão sentindo que um tempero dos alimentos não está com um valor saboroso. Isso porque uma pesquisa realizada pelo Procon do município apontou que o alho registrou uma elevação significativa.

De acordo com o órgão, o valor do tempero disparou nas bancas dos supermercados e chega a quase R$ 19. O preço varia de R$ 14,99 a R$ 18,99, uma diferença de R$ 4, entre um estabelecimento e outro. A pesquisa foi realizada em seis supermercados de Linhares.

Com o preço nas alturas, a dica continua sendo uma só: pesquisar. “Por isso a importância de comparar os preços antes de colocar o produto ou gênero alimentício no carrinho de compras. A pesquisa de preços é realizada para informar ao consumidor sobre os valores praticados e facilitar a comparação, medida orientada pelo órgão”, explica o diretor do Procon Municipal, Geraldo Roza.

Cesta básica

Em abril, o custo da cesta básica subiu em todas as 18 capitais analisadas pela Pesquisa Nacional da Cesta Básica, divulgada na terça-feira (7), pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). De acordo com o levantamento, Vitória tem a quarta cesta básica mais cara do país, quando custava R$ 498,54, no mês passado.

O aumento na capital capixaba representa uma elevação de 4,77%, com relação ao mês de março, quando a cesta básica custava R$ 475,84. Em abril deste ano o valor da Cesta Básica em Vitória representou 54,30% do salário mínimo líquido, contra 51,83% no mês anterior. O trabalhador com rendimento de um salário mínimo necessitou, em abril deste ano, cumprir uma jornada de 109 horas e 54 minutos para adquirir os bens alimentícios básicos.

Folha Vitória

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here